Atitudes corretas para uma boa alimentação

Atitudes corretas para uma boa alimentação

            Quanto mais nos preocupamos com nossa saúde, maior é a responsabilidade que devemos ter com a alimentação. Na “Era da Informação” vivenciamos os dois lados da moeda com tanta intensidade que, por vezes, fica difícil discernir o que é positivo do que não é. Por isso, é importante que fiquemos atentos e sempre ter em mente a importância de ter atitudes corretas para uma boa alimentação.

            Se, antes da década de 1980 tínhamos maior facilidade de manter os hábitos ensinados por nossos pais e avós, foi neste período que o consumismo explodiu no mundo ocidental e isso, afetou definitivamente nossa relação em diversos setores da vida cotidiana, e os hábitos alimentares não ficariam de fora. O consumo desenfreado de junk foods e a mudança repentina de rotinas se refletem até hoje, embora, já naquele período surgisse um movimento contrário em que se prezava o bem estar e a saúde, mas que não foi suficientemente forte para combater a busca pelo prazer através da “alimentação fácil”.

O fim da inocência e o choque de realidade

            Se por um lado, muitos compraram a ideia de que fazer exercícios e comer comidas naturais era bom, por outro – o da maioria – era mais interessante se entregar às delícias vindas do exterior, soma-se a isso a vida profissional cada vez mais corrida e concorrida tornando o horário de almoço cada vez mais curto e com sua qualidade menor. Com o passar do tempo doenças antes associadas apenas a pessoas com idades mais avançadas começaram a atingir aqueles com menos idade, o sedentarismo começou a ser observado e a obesidade deixou de ser uma questão pontual que atingia uma pequena parcela da população, para ser tratado como caso de Saúde Pública.

            Aos poucos, as pessoas começaram a perceber o mal que estava entre nós e passaram a cultivar melhores hábitos e passaram a ter atitudes corretas para uma boa alimentação. Atualmente, a questão ainda é grave, mas percebe-se que a preocupação com a saúde está sendo cada vez mais priorizada, seja por aqueles que têm consciência plena da importância de uma alimentação, seja por aqueles que passaram ou passam por algum tipo de problema relativo a alimentação desregrada.

Vantagens por manter uma boa alimentação

            Ter atitudes corretas para uma boa alimentação traz benefícios em todos os aspectos de nossa vida e não apenas físico ou fisiológico, mas também sociais e psicológicos. Podemos citar facilmente alguns deles, como:

  • Melhor funcionamento do organismo;
  • Redução de riscos de doenças cardiovasculares;
  • Melhor aparência física;
  • Aumento da autoestima;
  • Mais energia para desenvolver quaisquer atividades;
  • Maior interação social; etc.

A partir do momento em que o indivíduo, ora insatisfeito com seu corpo, atinge o objetivo de emagrecer, chegando a seu peso ideal, sua autoestima sobe, o que a torna uma pessoa mais feliz, suas preocupações com doenças associadas ao excesso de peso e ansiedade reduzem-se e começam a sentir-se mais à vontade para interagir em meios sociais que antes, supunha não ser aceita ou se era, imaginava-se sendo “a diferente”.

Mudança de atitude

            Mas que atitudes corretas para uma boa alimentação são estas que podem ser adotadas a fim de que uma pessoa possa mudar ser hábitos, emagrecer e ter uma vida mais feliz? A despeito do que se pensa, não é nada impossível, basta, primeiramente que se queira mudar, se deseje ter uma nova vida e fazer por onde isso acontecer. Dentre estas atitudes, temos:

  • Atitudes corretas para uma boa alimentação 2Positividade: ser negativo só leva o indivíduo mais para o fundo do poço. Pensar positivamente, sabendo que você pode atingir mais este objetivo em sua vida é fundamental;
  • Foco: significa traçar objetivos realistas e ser disciplinado dentro do que se comprometeu em fazer e, se falhar na primeira tentativa, dê a volta por cima e tente de novo – isso, quantas vezes forem necessárias;
  • Responsabilidade: é muito fácil ser responsável com as atividades de casa ou do trabalho, mas quando o assunto é ser responsável consigo mesmo, parece que estamos falando de uma coisa de outro mundo. Não é bem assim, o receio de cumprir a palavra dada a si mesmo, leva a esta falha e põe tudo a perder;
  • Reeducação alimentar: mudanças requerem esforços, então se conscientize que você precisará fazer mudanças significativas em sua alimentação, seus hábitos terão que mudar. Mas, pense bem: se é bom para você, porque não mudar?
  • Informação: procure informar-se com quem entende, a partir do momento que sua tentativa seja guiada por especialistas (médicos, nutricionistas, etc.) suas chances de ter sucesso aumentam significativamente. O que é bom para um, pode não ser bom para o outro e, somente estes profissionais é que poderão definir o que é bom para você;
  • Visão de futuro: quem quer mudar, o quer para a vida toda e não apenas para hoje ou amanhã, então é importante ter visão de futuro. Saber que o que está fazendo não vai ter resultado no curto (ou curtíssimo) prazo como muitos acham. Saber que o que está fazendo hoje é para a vida toda é uma condição essencial para que a mudança seja definitiva em sua vida.

            Não há o que temer e nem é preciso inventar nada para ter atitudes corretas para uma boa alimentação. Como para qualquer coisa na vida o importante é ter consciência de algo precisa ser feito e você tem totais condições de conseguir – no seu tempo ou no seu ritmo e não no de outra pessoa. À medida que estas atitudes vão sendo incorporadas na sua rotina e os resultados começam a aparecer, a tendência natural é que cada diz que passa você se sinta mais seguro de que está no caminho certo. E, mesmo que no meio do caminho dê uma “escorregada”, levante-se e volta à sua nova rotina.

 
 
fontes:
Bem Estar: www.g1.globo.com/bemestar
Minha Vida: www.minhavida.com.br
Assert Brasil: www.assertbrasil.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Posting....

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.